Pedro Barroso (n. 1950) em Lisboa e estreia-se no célebre programa Zip-Zip (RTP, 69).

Publica o seu primeiro disco "Trova-dor" (1970) e entra na Companhia do Teatro Experimental de Cascais onde participa como actor, músico e cantor em várias peças. Produz entretanto alguns programas para Rádio e Televisão ("Musicarte", "Tempo de ensaio", etc.).

Embora por norma ande arredado dos grandes centros de decisão e insista em viver no campo, retirado das tertúlias tem gravado com grande regularidade, ao longo de mais de 30 anos de carreira. Recebeu até hoje vários prémios nacionais e internacionais tais como prémio para a melhor canção de 1987 (Menina dos Olhos d'água), o Prémio Directíssimo; o Troféu Karolinka (Festival Menschen und Meer, RDA 81), diploma de mérito da Secretaria de Estado do Ambiente (88); Troféu Lusopress (Paris 93) e ainda o título de "Ribatejano Ilustre" atribuído pela Casa do Ribatejo (94).

Cantou até hoje em praticamente todo o território nacional e ainda em Espanha, França, Bélgica, Holanda, Luxemburgo, Alemanha, Suiça, Suécia, Inglaterra, Canadá, Brasil, Hungria,  Macau e Estados Unidos.

Em 1996 é editado o livro "Cantos Falados", (ED. ULMEIRO) que reune toda a sua poesia - de canção e não só.

Com a atribuição a José Saramago do prémio Nobel da Literatura em 1998, torna-se num dos muito poucos autores que com ele partilha obra publicada - canção Afrodite (in LP Água mole em pedra dura, 1978).

Continuando, com regularidade, os registos e concertos, publica em 1999 o CD "Criticamente" e em 2001 o CD "Crónicas da Violentíssima Ternura".

Mantendo uma preferência especial pelos concertos ao vivo, neles continua evocando os seus temas de sempre - a mulher, o mar, a natureza, os tipos humanos, a solidariedade, o amor, a portugalidade...

Talvez por isso, convidar Pedro Barroso para uma actuação significa optar por um espectáculo culto, digno, forte e emotivo, com uma relação muito especial com a assistência.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Para ver a biografia completa, clique aqui.

voltar ao menu